• Pontual Turismo Youtube
  • Pontual Turismo Instagram
  • Pontual Turismo Facebook

BUENOS AIRESBARILOCHE NO VERÃO

O cenário perfeito
para atividades outdoor.

Bariloche é sem dúvidas uma das mais belas regiões do mundo, rodeada por imensos lagos, rios, picos nevados, e exuberantes fauna e flora. Este roteiro combina esse incrível destino com a capital da Argentina, a cidade mais elegante e europeia da América do Sul, Buenos Aires.

A PARTIR DE USD 1.155

POR PESSOA EM APARTAMENTO DUPLO

 

1º DIA - BARILOCHE

Chegada ao aeroporto de Bariloche, por conta do passageiro (passagem não incluída), recepção e traslado ao hotel selecionado para hospedagem. Restante do dia livre para descanso ou atividades independentes.

 

Bariloche – Sem dúvida, é uma das áreas mais belas do mundo. Rodeada de imensos lagos, rios e picos nevados e a mais exuberante flora e fauna, esta região é muito visitada. A ci­dade de Bariloche é o emblema da região dos lagos e é uma das mais povoadas. Localiza-se ao sul do lago Nahuel Huapi e oferece inúmeras atividades por paisagens de incrível beleza.

 

2º DIA - BARILOCHE

Dia inteiramente livre para atividades independentes.

 

Sugestão 01 – Hidden Falls (passeio sugerido e não incluído):

Sugerimos como passeio opcional, conhecer as Hidden Falls. Saída, para um passeio de dia inteiro pela Floresta Valdiviana com muitas oportunidades para observar a fauna e a flora local emblemática do lado oeste do Parque. Início, percorrendo a primeira parte do clássico Circuito Chico, com uma parada em um ponto panorâmico. Em seguida, continuação para a Bahia Lopez e embarque em uma embarcação aberta de 21 pés que nos permite alcançar os locais de interesse mais remotos, como as praias ou ilhas, fora dos circuitos tradicionalmente visitados. Continuação ao longo da costa do Brazo Tristeza, onde se pode apreciar as cachoeiras e florestas de Nothofagus. Pode-se ver o Cerro Tronador e seus glaciares, bem como outras colinas como a Capilla e El Capitan. Os Condors geralmente fazem seus ninhos a 40 ou 50 m, com sorte, se pode observar essas aves se movendo majestosamente, assim como raposas, chinchillones, e o Huillin ou lontra de água doce. Durante a primavera e, até o início do verão (setembro a dezembro), as belas cachoeiras descarregam diretamente no lago e podem ser literalmente “tocadas” pelo barco enquanto nos movemos. Desembarque, e início de uma caminhada de aproximadamente 3 km pela floresta seguindo o curso do rio Frey. Os peixes arco-íris e a truta marrom aparecem neste riacho e durante o começo do verão podemos vê-los “voar” em direção ao topo através das corredeiras. Os troncos Coihue cobertos de musgo são característicos da selva valdiviana que rodeia o caminho até a chegada a uma queda de 30 metros das “quedas escondidas” ou também conhecidas como quedas de Frey. Tempo livre e reembarque. Após uma breve navegação, chegada a uma praia para um almoço incluído ao ar livre. Logo após, retorno a Bahia Lopez seguindo a margem oposta, desembarque e continuação pela estrada, percorrendo parte do Circuito Chico com uma breve parada para admirar o Hotel Llao Llao e Puerto Pañuelo. Ao final, retorno ao hotel.

 

3º DIA - BARILOCHE

Dia inteiramente livre para atividades independentes.

 

Sugestão 02 – Lagos, Hike & Caiaque (passeio sugerido e não incluído):

Sugerimos como passeio opcional, saída com destino a Bahia Lopez, onde o caminho leva ao Ponto Panorâmico: El Brazo Tristeza, local de grande beleza com uma bela elevação de granito que permite vistas panorâmicas. Tempo para desfrutar de um almoço incluído, exceto bebidas, apreciando a bela paisagem. Logo após, explicação de segurança e a entrega do equipamento para início do passeio de caiaque no Lago Moreno durante a tarde.

 

4º DIA - BARILOCHE

Dia inteiramente livre para atividades independentes.

 

Sugestão 03 – Isla Victoria (passeio sugerido e não incluído):

Sugerimos como passeio opcional, saída com destino a Puerto Pañuelo para embarque em um catamarã confortável e navegação por 30 minutos até Puerto Anchorena na imensa Victoria Island. Diversas trilhas atravessam a ilha e levam a diferentes setores onde se pode apreciar a flora nativa. Tempo livre para almoço incluído, exceto bebidas. À tarde, reembarque no catamarã seguindo para a Península de Quetrihué para visitar a Floresta de Arrayanes (Myerceugenella apiculata), uma espécie única na área com espécimes centenários. Visita da Floresta e retorno a Puerto Pañuelo. Ao final retorno ao hotel.

 

Sugestão 04 – Cerro Tronador (passeio sugerido e não incluído):

Sugerimos como passeio opcional, visita ao Cerro Tronador (o pico mais alto da Patagônia Norte); um vulcão extinto (11722 m de altura) cujo nome se refere aos sons estrondosos causados ​​pela quebra do gelo glacial em suas encostas. No caminho, visita aos lagos Mascardi e Gutiérrez que têm uma vista incrível da Muralha Sul do Cerro Tronador. Continuação, pela estrada que chega ao braço ocidental do Lago Mascardi e depois de uma estrada sinuosa, chegada ao Pampa Linda Lodge. Do Lodge, um caminho nos leva a Saltillo de las Nalcas. Depois de atravessar uma ponte suspensa, chegada a uma floresta de lenga incrível (Nothofagus pumilio) e juncos (Chusquea coleou) que levam a um ponto de vista da pequena cachoeira “Saltillo de las Nalcas”. Nos arredores se pode apreciar a folha da “nalca” (ruibarbo do Chile) de grande dimensão, atingindo até um metro de largura. Retorno ao Pampa Linda para o almoço (não incluído) e à tarde visita as geleiras do Cerro Tronador, conhecido como o Ventisquero Negro. A vista é impressionante: um cartão postal imponente dos três cumes, o Argentino (3554m), o Internacional (3554m) e o chileno (3410m). No retorno a Bariloche, faremos um desvio para a cachoeira Los Alerces, um interessante fenômeno natural. Ao final, retorno ao hotel.

 

5º DIA - BARILOCHE – BUENOS AIRES

Em horário determinado, traslado ao aeroporto, para embarque no voo, por conta do passageiro (passagem não incluída), com destino a Buenos Aires. Chegada, recepção e traslado ao hotel selecionado para hospedagem. Restante do dia livre para atividades independentes.

 

Buenos Aires – capital da Argentina, com mais de 3 milhões de habitantes, é uma das maiores cidades do mundo. Esta grande metrópole se destaca por ser a cidade mais elegante e europeia da América do Sul, com uma mistura de edifícios antigos e modernos, negócios exclusivos, uma atmosfera única durante a noite e uma ampla seleção de eventos culturais durante todo o ano.

 

Sugestão 05 – Walking Tour Buenos Aires (passeio sugerido e não incluído):

Sugerimos como passeio opcional, desfrutar de uma boa caminhada a algumas áreas de Buenos Aires. A grande cidade de Buenos Aires é o lugar ideal para caminhar e descobrir muitos dos seus cantos. O itinerário será desenhado de acordo com os interesses pessoais dos passageiros e pode incluir caminhadas históricas (da Plaza de Mayo a San Telmo, o nascimento da cidade, ou Recoleta e a Paris da América do Sul, a “nova Buenos Aires”, Evita Perón e seu tempo, etc.), caminhadas literárias (como a caminhada de Borgeana, Rayuela ou Laberintos), os passos do Papa Francisco (os jesuítas na Argentina), arte e design, conexão com a natureza na cidade, tendências em moda e design, arquitetura de Buenos Aires, entre outros.

 

6º DIA - BUENOS AIRES

Dia inteiramente livre para atividades independentes.

 

Sugestão 06 – Cuatro Balcones (passeio sugerido e não incluído):

Uma visita exclusiva à cidade de Buenos Aires, passando por regiões para apresentar aos visitantes a Argentina, sua história, seus contrastes, suas contradições e psicologia característica dos habitantes locais.

As visitas incluem:

• Plaza de Mayo como o verdadeiro coração de Buenos Aires, lugar de fundação e centro político e histórico;

• Parque Lezama & La Boca, como o sul antigo e um dos bairros mais antigos da cidade. Oficinas coloridas de artistas e casas locais dão um toque especial à arquitetura de La Boca, lojas de antiguidades e ruas de paralelepípedos em San Telmo, são testemunhos dos primeiros anos de Buenos Aires;

• Plaza San Martin & Retiro, para mostrar a transição do antigo para o novo, Subúrbios Sul desenvolvidos no final do século 19, quando a Argentina e Buenos Aires, em particular tinham a Europa como modelo;

• Recoleta, o bairro sofisticado e elegante de Buenos Aires com uma forte influência francesa que se manifesta em sua arquitetura, avenidas, parques e praças.

 

7º DIA - BUENOS AIRES

Dia inteiramente livre para atividades independentes.

 

Sugestão 07 – Street Food (passeio sugerido e não incluído):

Uma das melhores maneiras de conhecer um país, sua cultura e seu povo, é através da gastronomia. A cozinha resume a vida diária em todos os cantos do mundo. Neste passeio teremos a oportunidade de conhecer alguns dos pratos emblemáticos da cidade e que estão fortemente ligados às ondas migratórias. Começando com um “choripan”, o favorito do gaúcho e dos pampas, para continuar com “empanadas” onde as tradições espanhola e árabe são misturadas, uma influência italiana na infalível “pizza” culminando com um sorvete artesanal, nossa versão local do “gelato italiano”.  Tudo isso enquanto passeia por Puerto Madero e San Telmo com sua vibrante vida cotidiana.

 

8º DIA - BUENOS AIRES

Em horário determinado, traslado ao aeroporto e fim de nossos serviços. Até a próxima viagem!